O LinkedIn finalmente lançou seu reconstruído aplicativo móvel para Android e iOS. Ele promete uma experiência mais rápida e mais ágil do site de rede profissional. O aplicativo teria sido reconstruído a partir do zero para fornecer uma interface de usuário mais em linha com outros aplicativos sociais, semelhante ao Facebook.

O novo app agora tem cinco áreas principais, que são:

Home: É o conteúdo da rede para ajudar o dia profissional do usuário. É com base no que foi determinado ser mais relevante para o seu mercado, função e habilidades, combinado com as conversas e conteúdo que o usuário gosta.

Eu: Representa a marca profissional do usuário. Este é o lugar onde é possível ver todas as coisas sobre a pessoa, como quem está vendo o perfil e quem está comentando ou compartilhando as mensagens.

Minha rede: É um briefing diário do que está acontecendo na rede profissional, assim, a pessoa pode ver novos cargos em sua rede e sugestões para se manter conectada.

Mensagens: Busca abandonar o e-mail em favor de uma forma mais casual para ficar em contato, o que lhe permite iniciar conversas mais rápidas em uma interface mais leve.

Buscas: Procurar dentro do LinkedIn está agora 300% mais rápido, e muito mais inteligente. Assim é possível encontrar rapidamente pessoas, empregos e grupos.

Em geral, o app parece ser uma tentativa sólida para mover a experiência do usuário em direção a algo mais parecido com o Facebook. A substituição do e-mail por mensagens instantâneas, por exemplo, indica que a plataforma está buscando interações mais imediatas. E ter mensagens instantâneas deve ajudar o LinkedIn a alcançar mais “aderência” – mantendo os usuários conectados. O conteúdo ágil e personalizado do feed de notícias também deve ajudar a classificar a enxurrada de atualizações diárias.

E você, o que achou desta atualização do LinkedIn conte nos comentários.

Continue acompanhando o blog da Comunicas e fique por dentro de mais novidades sobre o mundo digital.

Comentários