O Facebook entrou em contato com alguns editores e produtores de vídeo do YouTube para promover propagandas em vídeo da empresa na rede social, segundo uma publicação do Wall Street Journal na última quinta-feira. O Facebook e estes criadores de conteúdo de vídeo estão agora em conversações sobre a integração de anúncios e vídeos. O site de rede social espera minar a predominância do YouTube com vídeos online de anúncios, onde o Google detém 20% da quota de mercado.

O negócio já funciona, ligeiramente

O Wall Street Journal disse também que há uma série da Walt Disney com episódio digital que está disponível no Facebook, por meio de RSS, no feed de notícias da Walt Disney. Além disso, o “The Annoying Orange” – uma série de comédia online norte-americana – tem uma página no Facebook com mais de 12 milhões de seguidores no site de mídia social. Os vídeos estão sendo entregues para os usuários do Facebook via feed de notícias da rede social e às contas individuais.

“Nossa equipe tem parcerias regularmente e conversas com os criadores de conteúdo sobre como utilizar melhor todas as ofertas do Facebook com vídeo incluído”, disse um porta-voz do Facebook ao Wall Street Journal.

O esforço do Facebook reflete o objetivo da empresa a tornar-se popular por meio de vídeos Ads. Atualmente, os criadores de conteúdo de vídeo usam o Facebook para promover seus vídeos criativos, mas as pessoas preferem assistir a vídeos no YouTube. Grande parte do conteúdo de vídeo utilizado por meio do Facebook foi os vídeos do YouTube postados por fãs individuais.

E você, acredita que o Facebook consegue chegar ao patamar do YouTube com seus projetos de vídeos?

Continue acompanhando o blog da Comunicas e fique por dentro de tudo o que acontece no mercado digital.

Aproveite e conheça nossos serviços. Trabalhamos com as melhores estratégias de modo específico para o seu negócio sair na frente da concorrência na web.

Comentários