Nesta quinta-feira, o Google falou sobre seus planos de levar o Android para ainda mais usuários no próximo ano, visando mais mercados em desenvolvimento com dispositivos Android e Chromebook. No processo, a empresa também revelou a maneira como está otimizando seus serviços e aplicativos para funcionar melhor em redes mais lentas, mostrando incríveis novas características do Google Maps.

A fim de lidar com as questões de conectividade de rede e velocidade, o Google está repensando o Google Maps, além de outros aplicativos. Em outras palavras, a empresa quer oferecer aos usuários um acesso offline a mais recursos no sistema, especialmente os que o usuário estaria mais interessado ao usar o aplicativo.

A empresa disse que, mesmo sem uma conexão à Internet, o Google permitirá que os usuários procurem por lugares dentro do Google Maps, oferecendo-lhes o acesso a avaliações e horários de funcionamento de estabelecimentos, bem como recurso de autocompletar. Mais importante ainda, os recursos de navegação de voz do Google Maps serão repaginados – atualmente estão disponíveis apenas através de uma conexão com a Internet, mas, em breve, estará disponível offline.

O Google afirmou que essas mudanças podem entrar em vigo até o fim deste ano, sem revelar quaisquer detalhes específicos sobre as atualizações. Não está claro, também, se estas novas funcionalidades do Google Maps serão lançadas de uma vez no Android M, que está pronto para o lançamento oficial, ou antes.

Comentários