Na última terça-feira, o Google anunciou duas alterações em sua loja de apps, a Play Store. As mudanças resultam em uma experiência aprimorada para desenvolvedores e usuários. A primeira é um novo processo de avaliação, onde os aplicativos submetidos à aprovação são analisados ​​manualmente por uma equipe de funcionários do Google, antes que o software seja colocado na Play Store.

O Google afirma que começou a rever manualmente aplicativos há vários meses, sem alteração perceptível no tempo de aprovação durante o lançamento. A adoção de colaboradores humanos marca uma mudança significativa na Play Store, como a capacidade de os desenvolvedores de apps passarem por um rápido e automático processo de revisão, um grande fator de diferenciação do longo processo de revisão tedioso da Apple para a App Store no iPhone e iPad.

A segunda melhoria é a introdução de um sistema de classificação baseado em tempo para aplicativos e jogos na Play Store, com base em autoridades oficiais de classificação, como a Entertainment Software Rating Board (ESRB), nos Estados Unidos, Pan-European Game Information (PEGI), na Europa e a Classification Board, na Austrália.

“Hoje nós estamos colocando um novo sistema de classificação baseado em tempo para aplicativos e jogos no Google Play. Sabemos que as pessoas em diferentes países têm diferentes ideias sobre qual conteúdo é apropriado para crianças, adolescentes e adultos, assim, o anúncio de hoje vai ajudar os desenvolvedores a melhor rotular os seus aplicativos para o público certo. Em consonância com as melhores práticas da indústria, esta mudança dará aos desenvolvedores uma maneira fácil de comunicar as classificações de conteúdo familiares e localmente relevantes para seus usuários”, afirmou o Google em um post do seu blog.

Continue acompanhando o blog da Comunicas e fique por dentro das melhores notícias relacionadas ao mundo digital.

Comentários