Depois de perder o WhatsApp para o Facebook, em uma tentativa de aquisição multibilionária, o Google está planejando lançar o seu próprio aplicativo de mensagens móveis, que deve começar a ser testado na Índia e em outros mercados emergentes. No mês passado, o Google enviou o seu gerente de produto Nikhyl Singhal à Índia para fazer um reconhecimento do ecossistema do aplicativo de mensagens no país. Isso é uma das maneiras de o gigante de buscas recuperar o atraso em oportunidades perdidas para outros.

Como funcionará

O aplicativo não exigirá que os usuários façam log-on com a sua conta do Google, mostrando uma mudança da política atual da empresa, onde serviços como o Hangout e YouTube exigem que os usuários façam login usando suas contas do Google.

O serviço estará disponível gratuitamente e pode apresentar localização, como o suporte ao idioma. O aplicativo deverá enfrentar a concorrência nos mercados ocidentais do WhatsApp, que cobra uma taxa de suporte gratuito por um ano. O WhatsApp tinha 600 milhões de usuários ativos em agosto, no entanto, a sua distribuição em mercados emergentes é limitada.

Com seus testes na Índia, o Google vai enfrentar uma dura concorrência de outros serviços de mensagens instantâneas, como Viber e WeChat. O app de mensagens do Google está em estágios iniciais de desenvolvimento e deverá ser lançado em 2015, de acordo com fontes oficiais. Um porta-voz do Google, no entanto, se recusou a comentar.

Perda do WhatsApp

O Google teria feito uma oferta de US $ 10 bilhões para comprar WhatsApp, o aplicativo de mensagens instantâneas que acabou sendo comprado pelo Facebook por 19 milhões dólares, em um dos maiores negócios de tecnologia.

Continue acompanhando o blog da Comunicas e fique por dentro de todas as notícias relacionadas ao meio digital.

Comentários