O Instagram está querendo se tornar uma rede social em tempo real, com o lançamento de mais uma transmissão ao vivo com curadoria de eventos. Ele fez os testes com o último Dia das Bruxas, com curadoria de conteúdo em um feed especial para usuários que desejavam ver conteúdo baseado no Halloween de seus amigos e outros usuários.

Os usuários dos EUA que abriram o app no ​​sábado receberam uma notificação para os “Melhores Vídeos do Dia das Bruxas”. Quando clicavam em “Assistir Halloween”, eram levados para uma “imersão” de vídeo ao vivo, carregados por usuários do Instagram, mas sem a borda, contagem de curtidas e texto que geralmente acompanham o conteúdo na rede social.

Este recurso é similar às “Histórias” do Snapchat, que apresentam imagens e vídeos enviados por usuários em diferentes localizações. O Twitter também lançou recentemente o Moments, um feed com curadoria baseada nos tweets sobre determinados eventos.

O Instagram disse à Re/Code em entrevista que os vídeos ao vivo são uma nova maneira de experimentar eventos e grandes momentos, como eles acontecem, através dos olhos da comunidade do Instagram. Após o teste com o Dia das Bruxas nos Estados Unidos, o recurso deve ser usado em outras datas e outros países nos próximos meses.

Mas e a hashtag, não teria a mesma função?

 Claro, a hashtag não morreu. As hashtags ainda são usadas ​​pelos usuários no Twitter e Instagram, e embora um pouco mais tarde que as outras redes sociais, o Facebook também passou a oferecer a funcionalidade da hashtag. Além disso, a hashtag é realmente usada nestes fluxos de curadoria de conteúdo, por isso o uso de hashtags é essencial para a organização destes feeds.

Continue acompanhando o blog da Comunicas e acompanhe mais notícias sobre mídia social e marketing online. Não deixe de compartilhar nos comentários suas opiniões.

Comentários