O Medium, plataforma de publicação de conteúdo que permite o usuário publicar e ler textos – como num blog, acaba de anunciar um novo conjunto de funcionalidades e um design repaginado, que transformou a plataforma em um sistema de leitura e escrita para a internet. O redesenho do Medium inclui enviar notificações a outros usuários do Medium que são citados por outras pessoas em conteúdos, uma série de novas ferramentas de escrita e design e um novo recurso de recomendação de que surgirão novos posts para o usuário com base no que ele segue.

A revisão visa reorientar o Medium como uma espécie de rede social para os criadores de conteúdo e leitores. O Medium vai agora permitir que os usuários publiquem diretamente na plataforma de outros serviços como o WordPress e registrem um domínio web personalizado, para que um site possa estar no meio, mas mantendo uma aparência personalizada.

A empresa que chegou no Brasil no fim do último ano, tem muitas parcerias com editoras, incluindo Fusion, MSNBC, Travel + Leisure e The Awl, que irá lançar novas ferramentas de monetização para ajudar os escritores e publicações a ganharem dinheiro através de parcerias de marca. Nos EUA é muito comum autores escreverem sobre um certo tema e recebem para produzir esse conteúdo.

Medium

O Medium foi fundado em 2012 pelo co-fundador do Twitter e criador do Blogger Evan Williams. O site tem sido uma forma limpa e esteticamente agradável de publicar suas próprias reflexões em uma home, que pode se ligar a outras diferentes publicações internas e de terceiros.

Quem assina o Medium passa a receber diariamente uma newsletter com sugestões de textos baseados em suas leituras anteriores. “No Brasil, procuramos ideias boas e textos bem escritos por qualquer pessoa, de cozinheiros a aeromodelistas”, afirmou Leandro Demori, editor do Medium aqui no país.

Comentários