Em outubro de 2013, o eMarketer notou que, enquanto o acesso à internet via desktops e laptops ainda era mais comum no Brasil, a diferença estava fechando. Apenas alguns meses depois, o Cocktail Analysis entrevistou usuários de internet do sexo feminino no Brasil.

O estudo, que foi realizado em janeiro de 2014, e não estava liberado para o público até setembro desde ano, descobriu que os smartphones são a porta de ligação à web, com 81% dos usuários femininos no país dizendo que acessa a internet por meio desses dispositivos diariamente.

Os desktops e laptops vieram logo atrás, cada um citado por 79% das entrevistadas. Os Ipads e tablets são usados, ​​principalmente, em casa, chegando a quarto lugar, sendo utilizados por 52% das mulheres que acessam a internet todos os dias. O eMarketer estima que haverá 41,2 milhões de usuários de smartphones no Brasil em 2014.

Multitelas

Como previsto para uma população em geral digital, os smartphones abriram o caminho para o multiscreening entre as mulheres também. Segundo o Cocktail Analysis, 58% dos usuários femininos de smartphones no Brasil frequentemente usam seus telefones enquanto assistem TV. Os usuários de laptops (49%) e usuários de tablet (42%) seguem nesta categoria.

Atividades simultâneas realizadas por usuários de smartphones femininos durante o tempo em que assistem TV eram eminentemente sociais, com 83% das mulheres citando as mídias sociais e 75% dizendo que usam serviços de mensagens instantâneas.

A existência de uma tendência de TV social no Brasil é de surpreender o esquema global. Mas devemos considerar que as mulheres também estão tomando a liderança global no espaço social. Em julho 2014, dados do Socialbakers.com mostraram que o perfil demográfico dos usuários do Facebook tem uma participação de 54,3% das mulheres.

Esses dados são muito importantes para nortear as estratégias do seu negócio e saber a melhor forma de alcançar o seu público-alvo. A Comunicas pode lhe orientar quanto às melhores maneiras de trabalhar os seus objetivos específicos levando essas e outras análises em consideração.

Comentários